A Polícia Civil prendeu três estrangeiros durante a Marcha Para Jesus, realizada na quinta-feira (31), em São Paulo. Segundo os investigadores, o trio se infiltrou no meio da multidão para furtar celulares dos participantes.

A operação da Polícia Civil foi planejada com base em locais de maior incidência criminal. Agentes à paisana acompanharam o percurso do público pelas ruas de São Paulo. Eles observaram que os suspeitos se chocavam propositalmente com as pessoas, formando uma roda em torno das vítimas para praticar os furtos.

Em um momento, um dos suspeitos se aproximou de uma mulher e retirou um celular da bolsa dela. O ato foi observado por um dos agentes, que deteve o homem junto com seus dois comparsas. Com o trio, foi encontrado o celular da vítima. Os suspeitos, de 20, 24 e 34 anos, foram encaminhados à Delegacia do Turista, montada no evento para registrar as ocorrências.

O caso foi registrado como furto mediante concurso de duas ou mais pessoas. O delegado responsável solicitou à Justiça a prisão preventiva dos suspeitos. Conforme a Polícia Civil, os três estrangeiros não possuíam cédula de identidade, profissão lícita, nem autorização para residir no Brasil, indicando que estavam no país com a intenção de cometer delitos.

Suspeito é detido com cartões bancários

Ainda durante a Marcha Para Jesus, os policiais civis detiveram um falso vendedor ambulante com cartões bancários de outras pessoas. Conforme os investigadores, havia indícios de que o homem estava trocando os cartões das vítimas ao vender bebidas, para depois efetuar compras com os cartões.

O suspeito, de 34 anos, foi abordado. Com ele, os policiais encontraram uma máquina de cartão e três cartões bancários em nomes de pessoas diferentes. O investigado alegou que havia encontrado os objetos no chão. Ele foi conduzido à delegacia da 1ª Seccional (centro). O caso foi registrado como localização e apreensão de objetos, e o inquérito foi encaminhado para o 13º Distrito Policial (Casa Verde), que investigará o caso.

Avatar de rede33

By rede33

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *