As ações da Alphabet, empresa-mãe do Google, tiveram uma ascensão notável na quinta-feira com o lançamento do tão esperado modelo de inteligência artificial, Gemini. A resposta da Alphabet à concorrência, especialmente da OpenAI, respaldada pela Microsoft, impulsionou um aumento significativo de 5,31% nas ações, fechando o dia a US$ 16,9 (US$ 127,04) por ação e resultando em um aumento impressionante de US$ 80 bilhões no valor de mercado.

A Gemini, destacando-se por sua capacidade de processar diversos formatos de áudio, vídeo e texto, surgiu como uma oportunidade crucial para a Alphabet recuperar sua proeminência no cenário de inteligência artificial. Sua velocidade superior ao modelo GPT-4 Turbo da OpenAI e suas habilidades únicas, como identificação de truques de mágica e sugestões artísticas personalizadas, contribuíram para seu impacto positivo.

A Alphabet adotou uma abordagem estratégica ao oferecer três versões da Gemini, adaptadas para diferentes necessidades de processamento, desde centros de dados até dispositivos móveis. A flexibilidade do modelo é enfatizada pelo vice-presidente de produtos da DeepMind, Eli Collins, que destaca a acessibilidade da Gemini em comparação com modelos anteriores da Google DeepMind AI.

O lançamento da Gemini não apenas impulsionou as ações da Alphabet, mas também oferece uma oportunidade estratégica para atrair usuários descontentes com o ChatGPT, que tem enfrentado críticas por imprecisões pós-atualizações. A Alphabet planeja conquistar um amplo mercado, concentrando-se em startups já familiarizadas com seus produtos para impulsionar as vendas e aumentar a conscientização sobre a Gemini.

Este é um dos maiores esforços de ciência e engenharia que realizamos como empresa. Sundar PichaiTradução
CEO da Alphabet

Além disso, a integração de parte da tecnologia da Gemini com o chatbot Bard visa melhorar a reputação da Alphabet, que foi afetada por incidentes anteriores. Este movimento estratégico busca não apenas recuperar parte do valor de mercado perdido, mas também consolidar a posição da Alphabet no cenário de inteligência artificial, conforme enfatizado pelo CEO Sundar Pichai como “um dos maiores esforços de ciência e engenharia que realizamos como empresa”.

FONTE: ERURONEWS

By rede33