Há mais de 40 anos, uma figura notável e muitas vezes esquecida quebrou barreiras no cenário político brasileiro. Laélia de Alcântara, uma médica obstetra, se tornou a primeira senadora negra do Brasil em 1981, marcando um capítulo significativo na história política do país.

Boas-vindas na Política: Eunice Michiles é o Início de uma Era

Eunice Michiles, primeira senadora do país, e o presidente João Figueiredo. Fonte: Agência Senado

Arquivo S Eunice Michilles, há 40 anos tomou posse como senadora. A primeira mulher a ocupar um lugar no Senado depois da Princesa Isabel. Eunice Mafalda Berger Michiles (São Paulo, 10 de julho de 1929) é uma professora e política brasileira que representou o Amazonas no Congresso Nacional.

Ao assumir o cargo aos 57 anos, Laélia entrou para a história ao lado de Eunice Michiles, que havia quebrado as barreiras de gênero apenas dois anos antes. Juntas, essas duas mulheres representaram uma mudança significativa na dinâmica do Senado brasileiro.

Laélia de Alcântara ao lado do presidente do Senado, Jarbas Passarinho. Fonte: Agência Senado

Desafios e Compromissos: O Primeiro Discurso de Laélia de Alcântara

Laélia não apenas enfrentou a falta de representação feminina e negra, mas também abraçou sua responsabilidade social. Em seu primeiro discurso, destacou os desafios enfrentados pelo povo do Acre, focando especialmente na pobreza, saúde e educação.

A Controvérsia nas Manchetes: A Recepção da Imprensa à Senadora

Os jornais da época detalharam cada aspecto da posse de Laélia, desde seu vestuário até a composição de sua família presente na cerimônia. A imprensa destacou seu papel como a primeira senadora negra do Brasil, provocando debates sobre racismo e representatividade.

Luta Contra o Racismo: Os Discursos Memoráveis de Laélia

Ao longo de seu mandato, Laélia de Alcântara não se limitou ao papel de legisladora, mas também se tornou uma voz ativa contra o racismo estrutural. Seus discursos denunciaram a falsa suavidade da escravidão brasileira e destacaram a necessidade de oportunidades iguais para os negros.

Luta Pelos Direitos das Mulheres: Legado de Laélia na Igualdade de Gênero

A senadora não apenas defendeu os direitos dos negros, mas também desempenhou um papel crucial na promoção da igualdade de gênero. Suas propostas legislativas buscavam empoderar as mulheres, desde o direito de pilotar aviões até a igualdade salarial.

O Silenciamento Estratégico: Laélia e a Questão Racial na Ditadura Militar

A historiadora Iracélli da Cruz Alves destaca que, dada a pressão da ditadura militar, Laélia adotou uma postura estratégica de “silenciamento” sobre sua raça. A presença dela no Senado, por si só, desafiou estruturas predominantes e incentivou debates sobre raça e racismo.

Legado e Reconhecimento: A Importância de Laélia na História Brasileira

Embora Laélia não tenha conseguido aprovar seus projetos de lei, sua passagem pelo Senado teve impacto tanto prático quanto simbólico. Sua representatividade como a primeira senadora negra abriu caminho para futuras lideranças negras, contribuindo para a mudança gradual na sociedade brasileira.

Espera por Representação: O Hiato até Benedita da Silva e Marina Silva

Terminado o mandato de Laélia de Alcântara, em 1983, as mulheres negras precisaram esperar mais de uma década para se verem novamente representadas no Senado. Somente em 1995, tomaram posse as senadoras Benedita da Silva (PT-RJ) e Marina Silva (PT-AC). Elas chegaram ao Senado como titulares, não como suplentes.

Benedita da Silva e Marina Silva, senadoras negras que sucederam Laélia de Alcântara. Fonte: Agência Senado

Conclusão: O Caminho Pioneiro de Laélia na História Política do Brasil

A história de Laélia de Alcântara, a primeira senadora negra do Brasil, é um testemunho do pioneirismo e da luta contra adversidades. Seu legado vive não apenas na história política, mas também na inspiração para gerações futuras na busca por igualdade e representatividade.


Fonte: Agência Senado

By rede33

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *