O Governo Federal anunciou, nesta quinta-feira (6), uma série de medidas de apoio aos trabalhadores e municípios do Rio Grande do Sul, durante uma visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Arroio do Meio. Entre as principais iniciativas, destaca-se o envio de dois salários mínimos aos trabalhadores formais nos meses de julho e agosto, como parte dos esforços para manutenção de empregos nas regiões afetadas.

Apoio Financeiro aos Trabalhadores

Para assegurar a continuidade dos empregos, o Governo Federal destinará R$ 1.412,00 em cada uma das duas parcelas que serão pagas a 434 mil trabalhadores formais. Este aporte, que totaliza aproximadamente R$ 1 bilhão, será garantido por meio de Medidas Provisórias a serem publicadas nos próximos dias. O primeiro pagamento está previsto para julho.

Os beneficiários deste auxílio incluem:

  • 326 mil trabalhadores celetistas
  • 42 mil trabalhadores domésticos
  • 36 mil estagiários
  • 27 mil pescadores artesanais

Em contrapartida ao recebimento do auxílio, as empresas deverão manter os empregados beneficiados por pelo menos quatro meses, garantindo a estabilidade salarial durante esse período. A operação será coordenada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Ampliação do Auxílio Reconstrução e FPM

Além do apoio direto aos trabalhadores, o presidente Lula também autorizou a ampliação do número de municípios aptos a receber o Auxílio Reconstrução e a inclusão de mais cidades na lista de beneficiárias de uma parcela extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A medida beneficiará 49 municípios adicionais que estão em estado de calamidade devido aos desastres climáticos recentes. Com isso, um total de 96 municípios receberá a parcela extra do FPM, totalizando mais de R$ 313 milhões destinados ao apoio das populações afetadas. Para garantir esses recursos adicionais, serão liberados mais de R$ 124 milhões.

Compromisso com a População do RS

Durante o anúncio, o presidente Lula reafirmou o compromisso do Governo Federal com a população do Rio Grande do Sul. Ele destacou que todas as ações possíveis dentro das limitações legais e orçamentárias serão tomadas para devolver a dignidade e o orgulho aos gaúchos afetados pelas calamidades.

“Nós não vamos faltar ao povo do Rio Grande do Sul. Vamos fazer dentro das limitações do Governo Federal tudo aquilo que estiver ao nosso alcance, aquilo que a lei permitir, aquilo que a gente conseguir fazer a Câmara e o Senado aprovar, aquilo que não haja implicação judicial. Nós vamos fazer tudo o que for necessário para a gente dar de volta a dignidade e o orgulho do povo gaúcho,” afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Essas iniciativas refletem o empenho do Governo Federal em apoiar a recuperação econômica e social das regiões afetadas, assegurando a manutenção de empregos e oferecendo suporte financeiro necessário para a reconstrução dos municípios do Rio Grande do Sul.

Avatar de rede33

By rede33

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *