Os procuradores espanhóis lançaram acusações contra o renomado técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, alegando sua participação em um esquema de fraude fiscal durante seu primeiro período no clube, há cerca de uma década.

De acordo com comunicado divulgado na quarta-feira, Ancelotti enfrenta duas acusações de fraude fiscal que, se confirmadas, podem resultar em uma sentença de quatro anos e nove meses de prisão. As autoridades afirmam que o treinador italiano teria omitido ilegalmente 1 milhão de euros em impostos nos anos de 2014 e 2015, deixando de declarar rendimentos provenientes de direitos de imagem.

Ancelotti, de 64 anos, foi técnico do Real Madrid entre 2013 e 2015, retornando ao clube em 2021. Sua carreira é marcada por diversos títulos, incluindo quatro conquistas na Liga dos Campeões, duas com o Real Madrid e duas com o AC Milan, além de ter sido o único treinador a vencer campeonatos nacionais em cinco países europeus diferentes: Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França.

A Espanha tem adotado uma postura rigorosa em relação à evasão fiscal, inclusive entre figuras proeminentes do futebol. José Mourinho, ex-técnico do Real Madrid, foi condenado em 2019 por fraude fiscal, enquanto estrelas como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo também enfrentaram acusações semelhantes no país.

Avatar de rede33

Deixe seu comentário:

    By rede33