Alexander Zemlianichenko/AP FOTO

Em uma movimentação significativa, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou uma reestruturação no alto escalão do governo. A mudança mais notável foi a substituição do Ministro da Defesa, Sergei Shoigu, pelo então primeiro vice-primeiro-ministro, Andrei Belousov.

Shoigu, que tem sido um pilar do governo de Putin por muitos anos, não deixará o governo. Ele foi nomeado para liderar o Conselho de Segurança da Rússia. Belousov, por outro lado, é considerado uma escolha surpreendente para o cargo de Ministro da Defesa.

Os senadores russos estão agendados para discutir as nomeações propostas pelo presidente nas sessões do comitê em 13 de maio, seguidas por uma reunião do Conselho da Federação em 14 de maio.

Apesar dessas mudanças, a maioria dos ministros manteve seus cargos. Além de Belousov assumir como Ministro da Defesa, Putin indicou Vladimir Kolokoltsev para Ministro do Interior, Alexander Kurenkov para Ministro de Situações de Emergência e Konstantin Chuichenko para Ministro da Justiça. Sergey Lavrov continuará em sua posição como Ministro das Relações Exteriores.

Outra mudança importante foi a promoção de Denis Manturov para o cargo de primeiro vice-primeiro-ministro. Manturov, que serviu como vice-primeiro-ministro e chefe do Ministério da Indústria e Comércio durante o último mandato de Putin, agora terá um papel ainda mais proeminente no governo.

Essas mudanças no governo russo serão, sem dúvida, acompanhadas de perto por observadores políticos, tanto dentro quanto fora do país, especialmente considerando o atual conflito da Rússia na Ucrânia.

Avatar de rede33

Deixe seu comentário:

    By rede33